segunda-feira, 24 de novembro de 2008

A prosperidade comercial de finais do século XVIII.


No último quartel do século XVIII, houve a criação de novas riquezas nas colónias (algodão, couros, arroz, açucar...) e o desenvolviemnto industrial, reforçando as indústrias existentes com subsídios e privilégios.

De facto, a independência dos EUA, em 1776, e a consequente guerra com a Inglaterra obrigaram esta a recorrer ao mercado português para se abasterce de alguns produtos que até então obtinha nas suas colónias americanas.

O reinado de D. Maria I conheceu, assim, alguns anos de balança económica favorável a Portugal no seu comércio com a Inglaterra.

Sem comentários:

Enviar um comentário