segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Causas para o atraso manufactureiro e o desenvolvimento da viticultura em Portugal no final do século XVII - Tratado de Methuen (1703)


A partir do século XVII, os vinhos portugueses vinham a ser exportados em larga escala para os mercados ingleses.

Nos finais do mesmo século, a Inglaterra importava mais de metade da produção vinícola portuguesa.

A descoberta de minas de ouro no interior brasileiro e o abrandamento da crise comercial internacional fizeram com que a política económica portuguesa continuasse a registar um desequilíbrio na balança comercial e um abandono da produção industrial.

A celebração, em 1703, do Tratado de Methuen abriu o mercado interno português às manufacturas inglesas, viria a acentuar o desequilíbrio da balança comercial e o atraso no desenvolvimento manufactureiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário